CNP realiza IV Gincana Pedagógica

por Antonio Evaldo Soares publicado 11/10/2017 16h33, última modificação 11/10/2017 16h33
Com diversas provas, a gincana foi realizada no ginásio do Campus Novo Paraíso, durante todo o dia desta quarta-feira, 11. Gestores, servidores e estudantes participaram da atividade pedagógica

A IV Gincana Pedagógica do Campus Novo Paraíso (CNP) ocorreu nesta quarta-feira, dia 11, no ginásio da unidade de ensino, no Município de Caracaraí, sul do estado. Algumas provas já vinham sendo realizadas pelas equipes e, no campus, ocorreram apenas as provas finais da atividade.

Torta na cara, melhor grito de guerra e muitas outras provas, assim foi a gincana, que teve como objetivo promover a integração entre os estudantes e resgatar valores de responsabilidade, companheirismo e cooperação entre as comunidades interna e externa. Uma das provas realizadas foi a arrecadação de alimentos para serem distribuídos a famílias carentes que integram a área de abrangência do CNP.

As equipes – Os Heróis, Pipeta na Bureta, Os Invictos, Os Bombeiros, Os Lobos da Noite e Os Blues – foram montadas por cores (vermelha, verde, azul, laranja, preta e azul marinho) e cada uma tinha o seu mascote, escolhido de acordo com o tema da cor. Durante todo o dia, as provas foram bastante acirradas e divertiram os participantes, os servidores e os convidados.

O evento, realizado anualmente, tem o apoio do Programa Institucional de Fomento ao Desenvolvimento de Projeto de Práticas Pedagógicas Inovadoras (Inova). A gincana é também uma ação que celebra o Dia do Estudante e dá início às atividades de comemoração dos dez anos do Campus Novo Paraíso como a melhor instituição de ensino da região sul do Estado de Roraima.

Os trabalhos são organizados pela Coordenação de Assistência Estudantil (Caes) por meio de uma equipe multidisciplinar que envolve gestores, professores, técnicos, alunos e comunidade externa. Segundo o diretor do CNP, Eliezer Nunes Silva, a gincana já faz parte do calendário pedagógico do campus e, a cada ano, pretende-se melhorá-la. “Queremos que a comunidade participe do evento, porque a nossa unidade é para atender a todos. Cada vez que realizamos uma atividade como essa e observamos que a comunidade participa, ficamos refletindo sobre o nosso objetivo de estar aqui. As equipes não são formadas simplesmente para uma disputa, mas, sim, para uma confraternização”, completou Silva.

Nenzinho Soares

Ascom/Reitoria

11/10/2017

« Setembro 2018 »
month-9
Se Te Qu Qu Se Sa Do
27 28 29 30 31 1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
  

Guia de Recolhimento da União